Categorias
Uncategorized

Rodrigo Paiva quer criar moradias temporárias para pessoas em situação de rua

Rodrigo Paiva afirmou que é preciso dar dignidade às pessoas em situação de rua que cresceu assustadoramente com a pandemia. A declaração foi feita durante uma transmissão ao vivo com candidatos à PBH, promovido pela Forania da Boa Viagem e pelo Setor Social, Político e Ambiental da Região Episcopal Nossa Senhora da Piedade, ambos da Arquidiocese de Belo Horizonte.

Em sua apresentação, Rodrigo Paiva declarou que é católico praticante e que respeita todas as religiões, que são muito importantes para todos.

O candidato do NOVO à Prefeitura de Belo Horizonte disse também que é preciso fazer um levantamento do número de moradores em situação de rua, que aumentou muito em Belo Horizonte, chegando a quase doze mil pessoas, segundo estimativa de uma ONG que faz um trabalho social de oferecer banho a essas pessoas.

Paiva lembrou que na Serraria Souza Pinto, no Centro, com o apoio da Arquidiocese de Belo Horizonte, o Governo de Minas criou um centro de atendimento que permitiu, no auge da pandemia, que essas pessoas recebessem cuidados de higiene e atendimento médico.

O candidato do NOVO à PBH também defendeu parcerias com a iniciativa privada, para aproveitamento de diversos pequenos hotéis que estão fechados, principalmente no Centro da Capital, para servirem de Centros de Triagem e moradia temporária. Nesses locais, essa população pode ser acolhida e receber encaminhamento médico, psiquiátrico, odontológico e para tratamento de alcoolismo e uso de drogas, favorecendo a reinserção familiar, social e até no mercado de trabalho.

Além disso, Rodrigo Paiva disse que pretende aumentar o número de banheiros públicos no Centro, para atender não só as pessoas em situação de rua, mas a população em geral, já que há uma carência muito grande desse equipamento público.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *